sábado, 3 de maio de 2014

Chapter 26 - "Tested"

 
Olá!
 
Desculpem a demora para postar, o capitulo não está nada de mais , mas pelo menos é alguma coisa.Prometo compensar no próximo.
Já vou começar a apresentar alguns personagens que terão muita influencia na próxima temporada.
Espero que gostem
:)
 
_________________________****_______________________
 

 
Acordei no meio do escuro. Eu não estava com amnésia nem nada, mas minha cabeça estava doendo muito. Mas eu tinha certeza de quem tinha feito isso comigo. Aquela vadia me paga. Acha que vai conseguir me prender aqui no... nem sei onde eu estou, espero que não esteja no fundo de um caminhão esperando para que meus órgãos sejam removidos para comercio fora do país.
Eu estava num tipo de sala, ótimo , adeus órgãos.
De repente alguém abre a porta , e eu vejo que é o zelador. Sério ? Ela me tranca aqui e espera que ninguém me ache ? A peça!
- Sem tempo pra explicações! - eu disse, quando passei correndo por um zelador confuso.
Olhei para o relógio, faltava 10 minutos pra peça começar, nem morta eu entrego meu papel pra Nicole, corri o mais rápido que pude, atropelando algumas pessoas no meu caminho, e cheguei no auditório. A Nicole já estava com o meu figurino.
 
- Alguém por favor , diz pra substituta que ela não é mais necessária. - eu disse, triunfante , enquanto o elenco celebrava a minha volta.
- Onde você se meteu ? - perguntou Nick.
- Explico depois. - disse e me virei para Nicole , que me encarava chocada. - O que foi querida ? Algum problema ?
- Como , como , como você-
- Se não se importa, eu tenho uma peça pra fazer.
 
(...)
 
Não direi todos os detalhes da peça , até porque é meio tediante , mas tudo correu bem , ótimo na verdade , mas a festa aconteceu quando as cortinas fecharam, a Nicole veio direto pra cima de mim.
 
- Como você ousa! Sua vadia - ela tentou me dar um tapa , mas eu segurei sua mão.
- Cada dia que passa você fica mais patética, eu devia contar sua travessura pra polícia.
- Polícia ? - ela riu - Você acha que isso é um seriado de tv? Você não tem provas.
- Você sabe que você pode pagar caro com isso, principalmente meu pai sendo quem ele é , eu podia fazer um escândalo. - disse com uma voz dramática. - Mas eu não vou , porque agora eu tenho algo pra usar contra você.
- E ?
- Antes eu achava que você tinha inveja de mim. - eu disse - Agora  eu tenho certeza.
- De você ? Por favor.
- É a única explicação pra essa sua obcessão por mim, ou é isso ou você tem uma paixão lésbica por mim. Eu espero que não seja a segunda opção. - eu disse, fazendo cara de nojo. - O importante é, eu estou disposta a esquecer o que aconteceu, por agora, porque eu tenho coisas em que me preocupar , mas  você vai pagar por isso, mais cedo ou mais tarde.
- Foda-se. - ela sorriu.
- Não preciso, eu tenho o Nick pra isso. - sorri de volta, e segui para o palco onde o elenco principal estava comemorando.
- O que aconteceu entre você e a Nicole? - perguntou Nick preocupado.
- Nada de mais. - eu disse. - Nada fora do normal. - beijei-o.
 
(...)
 
Decidi esquecer aquele episódio com a Nicole , no final tudo ficou bem , eu consegui voltar a tempo pra peça, com sorte conseguimos impressionar alguns olheiros de universidades importantes.
Ah , já ia esquecendo, Nick e eu recebemos uma carta da Julliard nos convidando pra seletiva , onde os alunos pré-escolhidos se apresentam para conseguir uma vaga na universidade. A Julliard só aceita 30 novos alunos por ano, aí você pensa : que bom, talvez eu tenha uma chance. O problema é 150 pessoas estariam lá. Como me destacar entre 150 pessoas extremamente talentosas ?
Se eu estava nervosa , o Nick então nem se fale. O plano era que nós dois apresentassemos um dueto , mas nossa música não tinha "grandes momentos" para nós dois, e era muito pessoal , não queria disperdiçá-la ali.
Nesse momento umas 50 pessoas já haviam se apresentado , o que me deixava cada vez mais anciosa, porque se não gostassem da apresentação logo de cara , paravam a música e nos faziam descer do palco.E eu já vi um monte de garotas chorando hoje ,e prometi a mim mesma que não seria uma delas.
Ouvimos primeiro o nome do Nick, dei-lhe um beijo de boa sorte, e ele seguiu pro palco.
 
 
 
Ele foi ótimo. Não pude evitar sentir um pouco de inveja , ele estava tão nervoso , mas no palco fez parecer que era tão fácil , e deixaram ele terminar a música , o que é um ótimo sinal.
Ele recebeu os aplausos ,e eu segui pro palco, sabendo que eu era a próxima.
Respira fundo , Miles.
Eu estava pronta , sabia que música cantar , eu escrevi ela pouco tempo depois que cheguei aqui, e agora era hora de mostrá-la ao mundo.
 
 
Sinceramente , eu achei que eu tinha arrasado. Achei que minha vaga estava garantida...até ela chegar.
Eu não sou de ficar olhando a concorrência, mas ela me chamou atenção. Na verdade, chamou a atenção de todo mundo. Eu não sabia seu nome, nem queria saber , mas ela chegou com um equipamento de DJ , e eu pensei : então ela não sabe tocar nada. Aí ela começou a cantar.
 
 
É, eu devia ter aceitado a vaga à anos atrás...
 
(...)
 
Após os testes Nick e eu voltamos pra minha casa.Ele ainda estava muito nervoso e eu queria distrai-lo com algo , mas acho que eu to nervosa pro nós dois. 
Não conseguia parar de pensar no futuro , nosso futuro, principalmente. O Nick tinha talento irradiando do dedinho mindinho , mas e se eu não conseguisse entrar ? E se eu entrar e ele não ? E se nós dois não entramos ? O que vamos fazer da nossas vidas ? Não quero ser uma pop star nem nada , mas eu não consigo me ver como uma médica , ou professora , ou essas atendentes de loja.
Aquelas pessoas eram tão talentosas , muito mais talentosas que eu na verdade , tinha uma garota chamada Lea , que segurou uma nota tão longa que eu perdi o fôlego por ela, e aquela tal DJ , e um tal de Chad, que tinha estrelado um musical na Broadway e tanta gente que quanto mais eu pensava mais eu ficava nervosa.
O engraçado é que eu passei praticamente minha vida toda , recusando essa bolsa, e agora é a coisa que eu mais quero no momento, isso e o Nick.
Demorei muito tempo pra encontrar um relacionamento sólido , alguém em quem eu possa confiar , minha rocha, e o futuro estaria prestes a tirar de mim.
Eu devia estar muito tempo calada, porque o Nick , perguntava de 5 em 5 minutos se eu estava bem , eu diria que sim, mas no fim ele perguntou :
 
- No que você está pensando ?
- Em tudo... no futuro , no passado... Você , acha que vamos ficar juntos ano que vem ? Quer dizer , talvez eu não entre na Julliard, ou , eu não sei, só estou preocupada.
- Eu espero que sim, quer dizer , eu não quero que nada nos separe.
- Muita coisa na minha vida foi instável. Eu estou cansada de não ter certeza de nada. - eu disse.
- Eu te prometo.
- Isso não é suficiente , eu...eu te amo, certo ? - não pude conter o nervosismo na minha voz, o que preocupou ele ainda mais.
- Eu amo você - ele me beijou a testa. - Só acho que devíamos esperar pra ... você sabe...
- Não! - protestei - Eu não quero esperar, o ano ta acabando e logo, querendo ou não , nós vamos- me interrompi, pois não queria admitir a verdade , a verdade de que eu e Nick possamos nos separar ano que vem.
- O que você está dizendo é ...? - ele perguntou , embora ele já soubesse o que eu estava querendo dizer.
- O que eu estou querendo dizer é que eu quero você...agora e pra sempre.  - e com isso, beijei-o ...

3 comentários: